Imigração é tema de livros brasileiros publicados na Itália e França

DESTERRO. MEMÓRIAS EM RUÍNAS memorias em ruinas

O livro – A saudade de lugares e de uma época anterior é a herança deixada pelos avós ao autor do livro. Conciliar estas referências e valores com a realidade atual brasileira é o desafio para a formação de sua identidade.

Luis_krauz_div

O autorLuis S. Krausz é professor de literatura hebraica e judaica na  USP.  Mestre em Letras Clássicas pela University of Pennsylvania (EUA), possui Doutorado e Pós-Doutorado pela USP. Além disso, é romancista, ensaísta  e vencedor do Jabuti de 2013, como tradutor alemão – português.

Vicenzo Barca (linkedin espelho)O tradutor – Vincenzo Barca é formado em medicina com especialização em psiquiatria e também em letras pela Universidade de Roma-Sapienza, onde lecionou de 2001 a 2009 a cadeira de língua e tradução – Português. Seu interesse é por literatura africana portuguesa e literatura da América Latina. Já traduziu livros de Antônio Callado, Ronaldo Wrobel, Padre Antônio Vieira, Osman Lins, Mia Couto entre outros.

A editora –  A Giuntina, sediada em Florença,  foi fundada em 1980 quando Daniel Vogelmann decide publicar A noite, de Elie Wiesel, o primeiro título da série que homenageia o pai do editor  e sobrevivente de Auschwitz,Schulim Vogelmann. Hoje, o catálogo de Giuntina inclui cinco séries e mais de 600 títulos sobre a história e a cultura judaica. A Giuntina é especializada em cultura europeia judaica e tem a missão de promover as tradições judaicas e sua história, visando promover a compreensão mútua entre diferentes culturas e religiões.

ESTIVE EM LISBOA E LEMBREI DE VOCÊem lisboa lembrei de voce

O livro – Como muitos brasileiros, Serginho, um mineiro, acredita que emigrar é a solução para todos os seus problemas. O personagem sai de Cataguases rumo a Lisboa, onde novas e velhas questões estarão presentes.

luizruffatoO autorLuiz Ruffato nasceu em Cataguases, Minas Gerais. Formado em comunicação, trabalhou no Jornal da Tarde e estreou na prosa com o volume de contos Histórias de remorsos e rancores (1988). Publicou dois livros de poesias e oito romances, entre eles Eles eram muitos cavalos e a pentalogia Inferno provisório – composta pelos romances Mamma, Son Tanto Felice (2005), O mundo inimigo (2005), Vista parcial da noite (2006), O livro das impossibilidades (2008) e Domingo sem Deus (2011).

Mathieu Dosse espelhoO tradutorMathieu Dosse é doutor em literatura comparada pela Paris VIII e autor de livros e resenhas sobre tradução. É pesquisador de Guimarães Rosa e tradutor de Vidas secas, de Graciliano Ramos.

A editora –  Criada em 1992, a editora Chandeigne é especializada em relatos de viagens (collection Magellane) e  assuntos relacionados à cultura de países de língua portuguesa. Já publicou uma série de autores brasileiros como Drummond, Ana Maria Machado, Graciliano Ramos e Vinícius de Morases

Anúncios
Esse post foi publicado em Literatura brasileira no exterior, Programa de Apoio à Tradução e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s