Títulos brasileiros publicados no exterior

Conheça mais alguns livros brasileiros publicados recentemente no exterior com o apoio da Fundação Biblioteca Nacional.

Espanhol:

11- Lina Bo Bardi, Lina Bo Bardi. Por escrito – Textos escogidos 1943-1991 (Lina por escrito), Alias, tradução de Paula Abramo. (MÉXICO)

 

 

 

Francês:

22- Manoela Sawitzki, Dame de nuit (Suíte dama da noite), Tupi or not Tupi Éditions, tradução de Élodie Dupau. (FRANÇA)

 

 

 

 

33- Michel Laub, Journal de la chute  (Diário da queda), Buchet Chastel, tradução de Dominique Nédellec. (FRANÇA)

 

 

 

 

44- Paulo Lins, Depuis que la samba est samba (Desde que o samba é samba), Asphalte Éditions, tradução de Paula Salnot (FRANÇA)

 

 

 

55- Vários autores, Villes Rebelles, de New York à São Paulo comment la rue affronte le nouvel ordre mondial (Cidades rebeldes: passe livre e as manifestações que tomaram as ruas do Brasil).Artigos e ensaios de Paulo Arantes, Ruy Braga, Felipe Brito, Mike Davis, David Harvey, Mauro Iasi, Venício A. de Lima, Jorge Souto Maior, Ermínia Marcato, Pedro Rocha de Oliveira, João Alexandre Peschanski, Raquel Rolnik, Leonardo Sakamoto, Lincoln Secco, Carlos Vainer, Silvia Viana, Slavoj Žižek,  Éditions du Sextant, tradução de Antoine Chareyre.(FRANÇA)

Holandês:

66 – Francisco Azevedo, Familie is het moeilijkste gerecht (Arroz de Palma), Signatur, tradução de Kitty Pouwels. (PAÍSES BAIXOS)

 

 

 

 

77- Ronaldo Wrobel, Hannah (Traduzindo Hannah), De Geus / Oxfam Novib, tradução de Arie Pos. (PAÍSES BAIXOS)

 

 

 

Húngaro:

Layout 18 – Vários autores, Revista NagyVilág, Contos e poemas de João Silvério Trevisan, Fernando Bonassi, Myriam Campello, Rubem Fonseca, Marina Colasanti, Sérgio Sant’Anna, Ignácio de Loyola Brandão, Márcio Barbosa, Antônio Torres, Clarice Lispector, João Ubaldo Ribeiro, Autran  Dourado, Raduan Nassar, Moacyr Scliar, Eric Nepomuceno, Márcia Denser, Rubem Fonseca, Carlos Sussekind, Ronaldo Correia de Brito, Álvaro Alves de Faria, Cesar Leal, Mariana Ianelli, Marcos Siscar, Marco Lucchesi, Vinicius de Moraes e Cecília Meireles. (HUNGRIA)

Inglês:

99- Vilém Flusser, (On doubt (A dúvida), Univocal, tradução de Rodrigo Maltez  Novaes. (ESTADOS UNIDOS)

 

 

 

1010- Vilém Flusser, The history of devil (A história do diabo), Univocal, tradução de Rodrigo Maltez Novaes. (ESTADOS UNIDOS)

 

 

 

11 11– Machado de Assis, Ex Cathedra: stories by Machado de Assis (Ex Cathedra: histórias de Machado de Assis), Edição Bilíngue, New London Librarium/ Fogão de Lenda, organizado por Glenn Alan Cheney, Luciana Tanure e Rachel Kopit, tradução de Laura Cade Brown, Krista Brune, Glenn Alan Cheney, David George, Linda Ledford-Miller, Ana Lessa Schmidt, Nelson López Rojas, John Maddox, Adam Morris, Rex P. Nielson, Leila Osman, Marissel Hernández Romero, Steven K. Smith, Lisandra Sousa, Luciana Tanure e Nelson H. Vieira. (REINO UNIDO)

1212 – Paulo Scott, Nowhere people (Habitante irreal), And Other Stories, tradução de Daniel Hahn. (REINO UNIDO)

 

 

 

1313- Vários autores, Revista Modern Poetry in Translation Nº1 2014. Coletânea de poemas com Carlos Drummond de Andrade, Adriana Lisboa, Ana Martins Marques, Nicolas Behr, Paulo Leminski e Angélica Freitas. Tradução de Richard Zenith, Alison Entrekin, Julia Sanches, Jamie Duncan e Hilary Kapan. (REINO UNIDO)

Italiano:

1414- Adriana Lisboa, Hanoi (Hanói), La Nuova Frontiera, tradução de Gian Luigi de Rosa. (ITÁLIA)

 

 

 

 

1515- Luiz Ruffato, Di me ormai neanche ti ricordi (De mim já nem se lembra), La Nuova Frontiera, tradução de Gian Luigi de Rosa. (ITÁLIA)

 

 

 

1616- Machado de Assis, Crisalidi (Crisálidas), Kolibris, tradução de Chiara de Luca Colibris. (ITÁLIA)

 

 

 

 

1717- Machado de Assis, Falene (Falenas), Kolibris, tradução de Chiara de Luca (ITÁLIA)

 

 

 

 

1818- Marcelo Backes, L’ultimo minuto (O último minuto), Del Vecchio Editore, tradução de Roberto Francavilla. (ITÁLIA)

 

 

 

Macedônio:

1919– Cristovão Tezza, Vecniot sin (O filho eterno), Ikona, tradução de Dimitar Simonovsk. (MACEDÔNIA)

Norueguês:

2020- Daniel Galera, Arvens ansikt (Barba ensopada de sangue), Gylendal Norsk Forlag, tradução de Anne Elligers. (NORUEGA)

 

 

 

21 21- Michel Laub, Fallet. Dagboknotater (Diário da queda), Gylendal Norsk Forlag tradução de Christian Rugstad. (NORUEGA)

Romeno:

2222- Andréa del Fuego, FRAŢII MALAQUIAS (Os Malaquias), Vivaldi, tradução de Micaela Ghitesu. (ROMÊNIA)

 

 

 

2323- Moacyr Scliar, Max şi felinele (Max e os felinos), Univers, tradução de Laura Badescu. (ROMÊNIA)

 

 

 

Polonês:

Drama okladka szara_Layout 124– Augusto Boal, Gry dla aktorów i nieaktorów (Jogos de atores e não-atores) Wydawnictwo Cyklady / Drama Way Fundacja Edukacji i Kultury (POLÔNIA)

 

 

 

Sueco:

2525- Clarice Lispector, Blåsa liv (Um sopro de vida: pulsações), Tranan & Trasten, tradução de Örjan Sjögren (SUÉCIA)

 

 

 

2626- Ferreira Gullar, Argumentatio för att konsten inte ska dö (Argumentação contra a morte da arte) Edition Diadorim, tradução de Ulla Gabrielsson. (SUÉCIA)

 

 

 

2727– Vanessa Barbara, Sallads Natter (Noites de Alface), Natur & Kultur, tradução de Hans Berggren. (SUÉCIA)

 

 

 

Urdu:

2828– Antônio Torres, سرزمین, Sarzameen (Essa terra), Jumhoori Publications, tradução de Huma Anwar. (PAQUISTÃO)

 

 

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Literatura brasileira no exterior, Obras apoiadas, Programa de Apoio à Tradução. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s