Dia de Clarice

Em homenagem ao aniversário de Clarice Lispector, a tradutora Tine Prado, que participou do Programa de Residência e está traduzindo o romance Água viva, fala sobre a obra da escritora. Confira a entrevista!

O que mais chama a sua atenção nos livros da Clarice e o que mais chama a atenção do público dinamarquês?

Acho que, para mim, é o traço lírico nos escritos dela, a sua prosa é poesia pura. E a originalidade é o que mais chamou atenção aqui na Dinamarca. Por exemplo, ver as coisas por trás das coisas aparentemente banais, revelando-as num modo hipnotizante. As palavras mais repetidas nas críticas foram “originalidade” e “sedução”.

No Brasil você conversou com uma psicanalista e uma pesquisadora para entender melhor a obra Água viva. Como esses encontros contribuíram para a tradução e para o seu entendimento do livro?

A conversa com a psicanalista Maria Lúcia Homem tirou as minhas dúvidas em relação às interpretações mais complicadas na obra. Como, por exemplo, o significado do “it”, do “eu bigPhoto_0” e do “é-se”. Pude esclarecer o que no ponto de vista dela está por baixo destas invenções da Clarice. Ela me perguntou como eu traduzo a Clarice e eu hesitei em responder “intuitivamente”. Ao contrário do que esperava de uma acadêmica reconhecida, ela me respondeu: “com Clarice isto é muito natural!”. Contei também que leio e releio inúmeras vezes as frases até caírem em mim e aí traduzo. Leio também em voz alta a minha versão em dinamarquês para sentir o ritmo e o som. Por isso, demoro para traduzir. Mas é prazer puro.

A conversa com Teresa Montero valeu para eu me aproximar mais ainda da figura de Clarice, de como era a vida dela, os seus hábitos e gostos. Este conhecimento mais profundo, que Teresa me forneceu, facilita a interpretação e, assim, leva a uma tradução melhor.

Como conheceu a obra de Clarice?

Uma prima brasileira me deu Laços de família de presente de aniversário na década de 80, foi amor à primeira vista.

ClariceO que a obra da Clarice significa para você?

Para mim, ler Clarice é sair do mundo e me deixar seduzir. Ela me hipnotiza. É uma doce loucura tentar entrar no universo da Clarice, esqueço tudo. E ao traduzir passo a ver o mundo completamente diferente, de um modo mais amplo e surpreendente.

Anúncios
Esse post foi publicado em Residência de Tradutores. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s